Depoimentos > MACHADO DE ASSIS

Escritor

A escritora Nereide S. Santa Rosa relata em seu livro:

[Machado de Assis] carregava consigo, lá no fundo do coração, suas mágoas. O preconceito sofrido por ser mulato, a epilepsia e, além disso, a gagueira.

Certa ocasião, conversava fluentemente com uma atriz famosa da épooca. Ao perceber a sua fluência, a atriz comentou:
- Tinham-me dito que o senhor era muito gago e, no entanto, vejo que fala muito bem!

Machado se descontrolou e começou a gaguejar, respondendo:
- Calúnias... A mim também me avisaram de que a senhora era muito estúpida, e vejo que não é tanto!

Fonte: Rosa, Nereide S. S. (1998). Machado de Assis. Callis Editora, p. 26.

   
Voltar

"Instituto Brasileiro de Fluência - IBF" 
Rua Urussuí, 71, 11º andar, cj. 112, Itaim Bibi, São Paulo, SP, 04542-050.
MACHADO DE ASSIS - Depoimentos - Instituto Brasileiro de Fluência - IBF. Gagueira levada a sério