Depoimentos > CHARLES VAN RIPER

Fonoaudiólogo

 

Charles Van Riper, aos 82 anos, escreveu:

Eu gaguejei todos os dias da minha vida. Acho que tenho uma gagueira incurável. Todo mundo tem seu próprio demônio pessoal e o meu é a gagueira. Depois que entendi que a gagueira é um problema e aprendi a lidar com ela (sem evitá-la, escondê-la ou lutar contra ela), meu demônio deixou de me deter.

Tive uma gagueira grave com longos bloqueios acompanhados por contorções faciais e espasmos, que não apenas provocavam a rejeição de meus ouvintes, como também tornou minha comunicação quase impossível. Uma vez, quando pedi uma moça em namoro, a resposta foi: Não estou tão desesperada assim. Eu me senti não apenas sem ajuda, mas também sem esperança. Me sentia nu em um mundo cheio de facas. Pensei em suicídio e tentei uma vez, mas falhei nisso também.

Se uma cartomante tivesse previsto que eu iria ter uma vida maravilhosa e recompensadora, eu teria rido na cara dela, amargamente. Mas, a despeito da minha gagueira, ou talvez até por causa da minha gagueira, eu tive essa vida maravilhosa e recompensadora. Posso olhar para trás com um sentimento de realização. Tive um trabalho fascinante, sendo pioneiro de uma nova profissão. Casei com uma mulher adorável, tive três filhos e nove netos; todos eles me deram o amor que eu ansiava, mas que nunca pensava que teria. Ganhei muito dinheiro com a venda dos livros que escrevi. Apareci no cinema, na TV e no rádio; proferi discursos para grandes platéias e ministrei palestras pelos Estados Unidos e em muitos outros países. Tive tudo o que eu quis e mais. Nesta minha idade avançada, posso dizer que estou satisfeito.

Fonte: The Stuttering Homepage.

   
Voltar

"Instituto Brasileiro de Fluência - IBF" 
Rua Urussuí, 71, 11º andar, cj. 112, Itaim Bibi, São Paulo, SP, 04542-050.
CHARLES VAN RIPER - Depoimentos - Instituto Brasileiro de Fluência - IBF. Gagueira levada a sério